A Copa para Cristo - Igrejas, missões e ministérios se preparam para transformar a festa do futebol em uma oportunidade única para anunciar a Palavra de Deus

Assim como a música e as artes, o esporte é visto como uma mensagem universal. É justamente isso que igrejas, organizações missionárias e ministérios evangelísticos querem aproveitar, para transformar a Copa do Mundo de Futebol, que acontece entre o próximo 7 de junho e 9 de julho na Alemanha, em uma grande festa da Palavra de Deus. Diversas iniciativas estão sendo preparadas, dentro e fora do país sede da competição. A ordem é uma só: aproveitar a oportunidade única que o evento oferece para mostrar que o maior prêmio e a mais significativa vitória que a pessoa pode receber é sua salvação.

Estima-se que este ano os jogos da Copa devem atrair 3,5 milhões de pessoas aos modernos estádios, palco das partidas nas 12 cidades alemãs onde acontecerão as disputas. Porém, isso ainda é pouco, considerando que todo o país está com as atenções voltadas para o evento e pelo menos 3,5 bilhões acompanharão a festa pela televisão em todo o mundo em um negócio de cerca de 4 bilhões de euros divididos entre turismo, merchandising, mídia e marketing.

Diante desse quadro, igrejas evangélicas da própria Alemanha e entidades missionárias de todo mundo se reuniram para realizar uma série de atividades evangelísticas pelo país. Batizado de Kickoff 2006, o movimento contará com as mais diversas iniciativas para falar do amor de Cristo, como acampamentos, que terão oração 24 horas, todos os dias, evangelismo de rua e até o uso de ferramentas inusitadas, como um veículo com espaço para somente dois passageiros. Com o hábito dos europeus de dar e pedir carona, o carro será utilizado por pessoas capacitadas a pregar o Evangelho.

Como a paixão pela bola não tem nacionalidade, idade, raça ou sexo, a idéia é preparar atividades variadas e criativas. De discussões em grupo sobre táticas, práticas de jogo e modalidades de gols, sempre com a inserção de conteúdos bíblicos, até a transmissão de jogos nos templos, escritórios e em lugares públicos, ou mesmo testemunhos de atletas nas igrejas - ocasiões que costumam atrair grande interesse e público. Ainda serão organizadas partidas de futebol para crianças, monitoradas por missionários, em que os pais e a garotada possam ouvir a mensagem. A ordem é aproveitar a oportunidade para atingir todo tipo de pessoa.

Para tanto, centenas de grupos missionários de todo mundo já estão na terra de Goethe e se juntam às igrejas locais, organizando grupos de teatro, recreação infantil, dança, intercessão e também atividades esportivas. Ao dar suporte aos ministérios locais, a intenção é causar o maior impacto possível.

Mobilização global - “Hoje, a Copa do Mundo mobiliza mais gente e gera mais interesse do que a própria Olimpíada. E isso acontece em todo mundo. Por isso, as ações não ficarão restritas a Alemanha ou ao continente europeu. Nos países em que os jogos serão transmitidos, haverá trabalhos evangelísticos”, explica Silvia Mendonça, missionária brasileira do grupo Atletas de Cristo. E esse trabalho inclui o Brasil. “Como o país está em alta no futebol e o interesse dos brasileiros é muito grande, o nosso papel para alcançar mais vidas é muito maior”, diz ela.

Para alcançar o objetivo, o Atletas de Cristo elaborou um vídeo com testemunhos de jogadores para a exibição em locais onde os jogos serão vistos. Além do DVD estão sendo vendidos kits com Bíblia, encarte contando a história do ministério e uma série de estudos bíblicos. Um Guia de Atividades está sendo disponibilizado com sugestões práticas para a evangelização de familiares, amigos e vizinhos que podem ser postas em prática na igreja e em casa. O hotsite www.alemdavitoria.com.br foi desenvolvido para dar apoio on-line para todos que também queiram aproveitar a competição para anunciar Jesus.

O aumento da mobilização em torno da Copa e o fervor missionário também levaram a editora evangélica Hagnos a lançar recentemente o livreto É campeão, que traz a história das Copas, curiosidades do mundo futebolístico, tabela dos jogos de 2006 e diversas mensagens evangelísticas que incluem os testemunhos dos jogadores da seleção Lúcio, Edmilson, Zé Roberto e Kaká. “Nosso intuito é prover os cristãos e a Igreja de uma ferramenta evangelística eficiente e contextualizada”, afirma o lingüista Luiz Sayão, professor da Faculdade Teológica Batista de São Paulo e responsável pelo projeto. Todo em cores, a publicação já existe em diversos idiomas, como inglês, espanhol, chinês e alemão, e foi elaborada para distribuição em igrejas, ministérios e livrarias evangélicas. Até o momento, já foram comercializados mais de 80 mil exemplares. “E temos recebido o testemunho de muitas pessoas que foram alcançadas assim”, conta Sayão. Nas próximas páginas, ECLÉSIA traz o livreto É campeão, encadernado no formato da revista. Um presente especial para sair da torcida e, além de acompanhar cada jogo, cada lance e cada disputa emocionante, alcançar verdadeiras goleadas, falando de Jesus Cristo.

Jussara Teixeira

http://www.eclesia.com.br/revistadet1.asp?cod_artigos=473

Comentários

Nenhum comentário foi enviado.

Enviar Comentário

Por favor, entre para enviar comentários.

Avaliações

Avaliações estão disponíveis somente para membros.

Por favor, entre ou registre-se para avaliar.

Nenhuma Avaliação enviada.
Tempo de renderização: 0.05 segundos
9,557,223 visitas únicas